Feb 11, 2009

Se eu tivesse uma coluna no jornal, digamos, aos domingos, como a Martha Medeiros, certamente essa teria sido minha coluna do domingo último.
Quando eu fiz 15 anos, como é de praxe, ganhei centenas de milhares de perfumes da marca "O Boticário". Ganhei 12 "Thaty"! Preciso dizer, porque nem todo mundo aqui tem a minha idade e eu realmente não sei se essa linda tradição continua.
Pois bem. Um dos presentes - por sinal, um rapaz lindo por quem eu morria de amores e que nem o orkut me fez reencontrá-lo, - fez diferente e me deu um lançamento um tanto quanto desconhecido à época: ele me deu o conjunto completo da linha "Ma chérie".
Tudo passou, foi trocado, usado e a única coisa que restou em minha vida, diariamente, foi o desodorante da tal linha desconhecida. Ele me acompanhou por 11 anos. Sim, 11 anos.
Eu sei que eu não sou mais nenhuma adolescente, que eu deveria usar um desodorante de adulto, blablabla, mimimimi. Podem usar todos os seus argumentos que ninguém irá conseguir me convencer do contrário. O desodorante era bom, muito bom, cheiroso, cheirinho de bebê, juro que aguenta um dia inteiro sem precisar ser renovado. Por que eu iria querer mudar algo tão bom???
Sábado, então, fui a uma das lojas, toda feliz e sorridente, com dinheiro na conta, comprar o meu desodorante. A vendedora olha para mim com cara de total desprezo e provavelmente pensando "o que essa velha ainda quer usando essa linha, meu Deus?" e responde, como quem responde as horas a alguém na rua: senhora, essa linha saiu de circulação.
Eu fiquei tão chocada com a notícia que nem consegui reagir. Eu fiquei petrificada no meio de uma loja cheia, num sábado à tarde. As pessoas passando e esbarrando em mim e eu lá, imóvel, olhos arregalados, vendo o filme da minha vida passar diante de mim.
Vocês devem estar achando um exagero, mas eu espero que alguém aqui me entenda. E se pelo menos um entender exatamente o que eu estou sentindo, já me dou por satisfeita.
O meu mundo caiu, gente. Eu, do dia para a noite, não tinha mais desodorante. O meu desodorante lindo, cheiroso, pequeno, com um desenho de uma meninazinha alegre...o que eu ia fazer agora? Eu não sou contra mudanças, apesar de morrer de medo delas. Mas eu não estava disposta a mudar de produto assim, sem mais nem menos. Sem uma explicação. Sem um "adeus" decente. Se eu soubesse que aqueles foram os últimos dias que eu o usaria, teria poupado, sei lá. Teria comprado todos da loja. Se alguém tivesse me avisado que ele iria sair de linha, poderia ter sido diferente.
Mas não. Claro que não. Não comigo, né? Mesmo eu sendo frequentadora assídua do estabelecimento, mesmo eu sempre comprando na mesma loja e conhecendo a gerente, ninguém poderia ter me avisado que ia sair da linha. Claro que não. Estava programado desde dezembro, apenas. Não tinha mesmo como me avisar.
Ainda parada, os olhos cheios d´água (cabe dizer que há algumas semanas estou extrema e irritantemente sensível), vermelha, invisível, Namorido me tira dali. E me abraça. Ele simplesmente me abraça e eu começo a chorar. E não consigo fazer mais nada. E ele repete e repete "eu entendo você, linda, calma, a gente vai encontrar outro que te deixe feliz".
E eu estava tão transtornada que nem perguntei o que eles tinham que fosse equivalente. E o e-mail que mandei na segunda-feira (e apenas na segunda, porque o site não aceita e-mails aos sábados e domingos), perguntando isso, perguntando como eles não avisam aos clientes que o produto vai sair de linha, perguntando se não vai ser relançada, porventura, a mesma linha com outro nome, um novo design, ainda não foi respondido.
Desculpem-me por fazer os parcos leitores que vêm aqui perder tempo com esse texto, mas eu realmente precisava desabafar. Só sei, concretamente, de uma pessoa que me entenderia: meu terapeuta. E, nesse caso, é porque ele, há 15 anos, usa o mesmo perfume. Mas ele é uma pessoa prevenida e sempre teve estoque em casa.

10 Comments:

  1. Anonymous said...
    COMO ASSIM Ma chérie saiu de circulação?! Eu adooooro! :\
    Mariana said...
    Eu te entendo super!!! jurooooooooooooo

    eu tb ganhei esse perfume nos meus quinze anos...

    mas eu nao ligo muito para mudar de desodorante....

    Vira e mexe eu tenho um diferente....

    Não ficaria tao chocada como vc... mas te entendo... juro!!!

    espero que eles te mandem um monte de ma cherie que eles recolheram... e de gratis... hehehe

    bjsss
    GVale said...
    Nos planejamentos para conter os efeitos da crise global, a Natura anunciou que iria "limitar" o seu catálogo, reformulando-o, mas diminuindo o número de produtos.

    Vai que essa é uma tendência do setor, né? :(

    Passei muito tempo usando o Portinari, e depois o Homme.com. Este é meu perfume favorito de lá, mas nunca mais comprei. Cheiros têm muitas lembranças...
    meus instantes e momentos said...
    vim para engrossar a quantidade de parcos leitores, (rsrs) .Ótimo texto, gostei daqui.
    Maurizio.
    * tire essas letras de verificação isso só afasta as pessoas,
    Camilaaa said...
    Isha...
    QUe chato, heim? Realmente perder um produto pq virou fora de linha é triste.
    Mudar habitos é comlicados.
    Que vc encontre outro que te faça feliz.

    Ps. Tenho um colonia "Ma chérie".
    ADOROOOOOO
    Kaka said...
    Passando e perdida por aí(como de costume), passei pra ver como estás..
    Nossa, odeio quando isso acontece, eles simplesmente tiram de circulação um produto e agem cmo se ninguém gostasse e comprasse aquilo! Um dia eles param de fabricar e você que viciou em usar o treco que se vire pra se acostumar com outro!
    ai ai..Odeio o mundo dos cosméticos por isso!

    Andei lendo tudo, ei.. as 101 coisas sobre você, mto interessante, algumas coisas em comum, mas po, logo ESCORPIÃO?!
    sem comentários...
    Mas pode acreditar em signos, eu não levava muita fé, virginianos não levam fé nesse tipo de coisa, mas... já viu né?
    rsrs


    Bom, é isso..
    Vou tentar aparecer mais vezes, pouco tempo muitas atividades..
    Super beijoo
    Jaya said...
    Moça, eu morri de rir. Desculpa? Mas é que foi tudo contado de um jeito tão... enfeitado! Vivi a situação e tua narrativa foi tão bem guiada, que o texto acabou num piscar de olhos.

    Fiquei pensando no meu perfume. [Meu, há uns bons quatro anos. Não mudo. E vou me previnir desde já!].

    Beijo enorme em você.

    E obrigada pelo tudo.
    Uchoinha said...
    Ei, como assim o site não aceita e-mails aos sábados e domingos??

    que baixaria! A internet da Boticario tira recesso! Aposto que o Namorido deve ter ficado irritado com isso, dá um numero de call center pra ele, dá.

    Agora criatura, sério, não tem como uma empresa desse porte avisar o cliente. Vá lá uma Natura que tem revista e pode colocar "ultima vez no catálogo", igual fizeram com o meu adorado shampoo de *aham* camomila.

    Faltou um bom senso da Gerente (sim, pq empregado é tapado) de orientar as atendentes jumentas e maquiadas para quando uma moçoila aparecesse pedindo Ma cherie ela informasse "senhora, esse produto não será mais fabricado a aprtir de dezembro". Mas como disse: bom senso. coisa que anda em falta por aí.

    bjos, meu suvaquinho fedido.
    Cobra com Asa said...
    Eu entendo perfeitamente! Tb fiquei arrasada sem poder ir trabalhar diariamente com aquele cheirinho gostoso que até me acalmava nos estresses...
    Ursula said...
    eu sei o que você tá sentindo... eu adoro esse perfume e a linha!

Post a Comment



Template by:
Free Blog Templates