Oct 28, 2008

Passei o dia aqui, fazendo isso e aquilo e absolutamente nada. Não sei o que fazer nem a quem recorrer, afinal, eu até aceitei essa condição, não foi?Arco com as consequências, pois. Poderia aproveitar esse tempo de diversas maneiras, uma delas muito útil por sinal - estudando. Estou precisando, voltei a sentir vontade, voltei a querer algo, a desejar, a almejar de novo. Estou reencontrando aquela parte de mim que tem objetivos, metas e, mais importante, faz de tudo para alcançá-las.
Você diz "ah, mas você está descansando, merece mesmo umas férias, ficar de bobeira"; e eu até concordo com a cabeça, mas por dentro eu digo não. Digo não porque já passei tempo demais e desperdicei tempo demais comigo mesma e com coisa nenhuma. Passei anos (no plural mesmo) sem mover uma palha para crescer e agora que consigo levantar da cama todos os dias quero fazer algo. E fico só na parte de querer. Porque fazer, fazer, eu não estou fazendo nada. E vejo, aos poucos, esse sonho se esvair novamente, ir embora para um lugar bem longe, distante até da minha memória, das minhas lembranças, do meu pensamento.
Não, eu não mereço essas férias. Já causei sofrimento demais, prejuízo demais, dor demais. Não, já adiei por muito tempo o inadiável. E por quê, mesmo assim, não movo um músculo para resolver isso, que tanto me atormenta?Não sei, não sei. E tenho medo. E sinto frio. E sinto culpa. E a culpa gera ardor. E o ardor me deixa irritada. E eu fico grosseira. E eu não gosto mais de mim.

2 Comments:

  1. P. said...
    Paciência e perseverança... Sempre!
    Boa sorte!
    Jaya said...
    Preciso dizer que sempre chego aqui doida pra te chamar pelo nome! Rs. Aí fico te chamando de moça. Ah, eu gosto assim, também.

    Seguinte, bêibe, esse teu texto aí, apesar do tom meio "sei lá de mim", que notei ao final, tá me cheirando a vontade de mudanças. Parece que tá vindo uma fase metamorfose por aí. Essa coisa de levantar da cama e querer, é um passo gigante. Eu tenho aprendido a ser assim, também. Que tal se a gente for de mãos dadas? Aproveito e te empresto um pouco das cores do meu pincel, e a gente desenha um sem fim de bonitezas enquanto o caminho vai sendo percorrido.

    Deixa as férias pro momento certo, então.

    Uns beijos nocê.

    P.S.: Eeeeeei, eu tava lembrando que você me perguntou sobre as coisas do blog. De layout, de imagens, etc e tal. Posso falar? Sou uma burrona no quesito html e derivados. Rs. Sempre conto com a ajuda de amigos que lidam com essas coisas pra poder fazer as mudanças lá no blog. Eu mesmo, sei praticamente NADA. Mas consigo enganar... Precisando, grita aí que eu tento fazer um milagre.(:

Post a Comment



Template by:
Free Blog Templates